• Rua Dr. Vieira Bueno, 156 – Cambuí, Campinas – SP
  • Fone: 19 3762 1122
  • Whatsapp: 19 97409 7641

BLOG

Equipe SCTP: Thaís Fonseca

09.Feb.2018

Café pra acompanhar um papo sobre criatividade e cumplicidade!

 

 

Nos últimos meses, apresentamos a vocês um pouquinho de pessoas que fazem parte da gente. Falamos sobre algumas das mulheres incríveis que, mais do que clientes da Santa, são parceiras, amigas e cultivam tantos laços em comum com os nossos valores, sendo uma fonte de energia e criatividade para cada uma de nós.

 

Foram tantas histórias e tanta inspiração que entendemos o quanto é importante compartilharmos cada vez mais do que nos faz bem. E quando falamos dessa lista de mulheres que nos inspira, não podemos deixar de falar de quem coloca a mão na massa pra tornar tudo possível. A mão na massa, aqui, pode ser na máquina de costura, nas teclas do computador, na máquina fotográfica, na peça de roupa cuidadosamente desenhada e produzida. A ideia é falar sobre as mulheres que trabalham aqui, juntas, para entregarem amor e qualidade diariamente e tornar possível nossa evolução como marca - e como pessoas também.

 

Agora, portanto, é o momento de apresentarmos as mulheres que constroem a Santa: nossa equipe. Começamos lá atrás com um post sobre a nossa estilista, a Gabi Meirelles. E damos continuidade a partir desse ponto a esse conjunto de conversas com pessoas reais, cada uma com sua individualidade e características: nossas colaboradoras, nossa família.

 

Que essa série floresça e continue sendo uma celebração de peito aberto e cheio de gratidão pelo que cada uma de vocês é.

 


 

Thaís Fonseca
 

Costumo dizer que sempre é hora de uma boa conversa acompanhada por um cafézinho, essa bebida que une histórias a cada gole, seja na xícara ou em um velho copo americano. Mas quando o papo é com a Thaís Fonseca essa afirmação é ainda mais verdadeira. Assim que chego à Santa, onde marcamos nossa conversa, ela já pede um minutinho: Tha, posso só pegar um café? Você aceita?

Ela volta depois segurando uma xícara como quem carrega algo realmente valioso. E fala com uma voz que é mansa e, ao mesmo tempo, totalmente certeira e assertiva. O sorriso também fez parte de cada momento da conversa, que passou pelo primeiro contato dela com a marca e por todas as etapas que ela já viveu - e vive, agora - por lá!

A Thaís é formada em design de interiores (o que talvez ajude a explicar a inquietação e o talento todo especial para trabalhos manuais e criativos), mas também descobriu outras paixões ao longo da sua vida profissional. E a moda, especialmente os bastidores operacionais desse universo, é uma delas. Ela já trabalhou na frente de vendas da Santa e, hoje, cuida da área administrativa da loja, entrando em contato com fornecedores, cuidando das encomendas que precisam viajar pelos correios para encontrarem suas donas e de mais um tanto de processo que garante a qualidade final do atendimento e do produto no padrão SCTP.

A Thaís é uma das nossas Mulheres da Santa. Vem conhecer um pouquinho da história dela e de como as nossas histórias se juntaram nessa equipe tão especial.

 

 

 

 

Quando (e como) teve início sua relação com a Santa?

Comecei a trabalhar com as meninas em maio de 2016, mas na verdade nossa relação já existia muito antes disso. Eu conheço a Cris e a Gabi desde quando a loja ficava na Toca da Vila, aqui no Cambuí. Mas era super pequenininho, elas realmente estavam começando. Elas sabiam que eu trabalhava em shopping e, sempre que tinham algum evento na loja ou alguma ação especial, me chamavam para ajudar nas vendas. A gente sempre teve um contato muito próximo, mas só em maio de 2016 é que deu certo mesmo e eu vim trabalhar aqui. Eu trabalhava na frente de vendas. Sempre gostei muito daqui, do ambiente, mas não estava me encontrando muito em vendas. Além disso, eu ia me casar no final do ano e senti que precisava de um tempo para ajeitar tudo. Então saí da loja no mês de outubro. Depois, em novembro, a Gabi já me fez uma proposta para voltar, mas dessa vez na área administrativa. Fiquei super feliz porque era uma área que eu realmente gostava e na qual tinha vontade de me aperfeiçoar e aceitei quase que imediatamente!

 

E como foi esse retorno?Que mudanças aconteceram na sua rotina de trabalho e de que forma isso te deixou mais realizada?
Foi incrível. E o mais legal é que eu pude participar da construção dessa área administrativa, então acompanhar algo nascer assim de perto é muito gratificante. Vi a gente crescendo, a empresa ganhando novas áreas. Foi muito gostoso. Também estreitei ainda mais meu relacionamento com as meninas. A liberdade que eu tenho aqui pra exercitar minha criatividade me deixa muito realizada. Ao mesmo tempo em que estou cuidando do administrativo, tenho a liberdade para sugerir em diversas outras áreas e de criar junto com as meninas em muitas frentes.

 

Como você enxerga a relação construída e vivenciada diariamente durante o trabalho aí na Santa?

Eu falo que foi um presente ter entrado aqui e, depois, ter voltado pra cá. Eu tive um baque um pouco difícil no ano passado, pois acabei passando por uma separação com apenas seis meses de casada. E recebi um apoio emocional e espiritual aqui que foi fundamental para ficar firme. Eu vejo que a gente é uma equipe muito unida, somos muito companheiras - e não somente aqui dentro. Acredito que esse relacionamento reflete na marca. A gente se vê como um corpo só e essa união é transmitida de um jeito muito transparente e sincero para quem entra na loja. Claro que tem dias difíceis, tem desentendimento, mas tem compreensão e cumplicidade antes. Tanto que temos muitas clientes que vêm aqui pra conversar, e nem sempre para comprar uma peça. São mulheres que tiveram uma perda, que passaram por alguma dificuldade, que estão enfrentando uma doença. Parece que elas se sentem acolhidas pela nossa conversa, e a gente fica muito grata por isso.

 

E com relação ao conceito da marca em si? Que tipo de identidade você sente que a SCTP transmite? Quais os diferenciais da marca, na sua opinião?

Eu particularmente enxergo a diversidade como algo muito forte na Santa. É essa coisa de toda roupa ser feita pra ser utilizada por qualquer corpo, sabe? Não existe uma padronização. E um grande diferencial é que a Gabi é extremamente criativa, e transmite a essência do processo criativo dela nas peças. Ter esse contato próximo com a estilista é algo muito especial e que faz com que a gente realmente entenda e respire o produto.

 

Se tivesse alguma palavra para definir a Santa, qual você acha que seria?

Cumplicidade. Com certeza temos várias palavras que podem definir a marca, mas essa é especial para mim e faz uma diferença muito grande no nosso dia a dia.

 
 
Por Thaís Jorge
 

#sctp #equipesctp #slowfashion #mulheresdasanta

Comentários

Gostou da matéria? Deixe aqui seu comentário ou dicas sobre o assunto.

Kami

09 fevereiro, 2018

Quando a gente reconhece a jornalista sem antes ler a assinatura! hahaha q dupla de Thaises ❤️

Gisela Cunha Viana Leonelli

09 fevereiro, 2018

Que delícia conhecer mais da Thaisinha. Também concordo que a SCTP é o lugar da cumplicidade ! Já ansiosa para os próximos posts sobre esta equipe que gosto tanto!

Arlete Pires Noraes

10 fevereiro, 2018

A pessoa que cultiva bons relacionamentos é feliz e não importam as circunstâncias aprendem a amar a vida, amar pessoas!! Isso é o bem que podemos ter quando compartilhamos nossas, um cafezinho ainda que seja no ambiente de trabalho!! Parabéns pessoal vcs num caminho admirável e com certeza terão êxito, e muito!!

X

Bem-vindo!

CADASTRE-SE E GANHE 10% DE DESCONTO NA PRIMEIRA COMPRA

*ao clicar no botão enviar, envie o codigo acima para o nosso WhatsApp.